Plantar feijão no algodão

Instituição organizadora: Casa prática qualitá

Elementos da Natureza: plantas, semente, água e terra.

Sentidos Estimulados: Visão, tato.

Dinâmica de Realização:

1. Diga para a criança que vocês farão isso juntos.

Antes de começar, o primeiro passo é fazer com que a criança entenda que essa será uma atividade feita em conjunto! Por mais que seja meio óbvio, é muito importante que ela participe de todos os processos junto com você para tornar a experiência ainda mais divertida. Assim, ela vai sentir que também influenciou no desenvolvimento do feijão.

2. Molhe o algodão na água Para criar uma base para o feijão e fazer com que ele cresça, o segundo passo é molhar o algodão na água antes de colocá-lo no copinho.

3. Peça para a criança colocar o algodão úmido no fundo do copo. Com o algodão já molhado, peça para que a criança coloque-o no fundo do copo plástico para fazer o feijão crescer.

Dica: Caso você não tenha o copo, outra boa opção é cultivar a leguminosa em uma garrafa pet cortada ao meio, que dá no mesmo!

4. ‘Plante’ o feijão no algodão. Em seguida, peça para que ela também coloque os grãos de feijão dentro do algodão, fazendo uma relação com o plantio dos alimentos.

5. Escolha um local bem iluminado, para que os grãos consigam germinar, o quinto e penúltimo passo é escolher um local bem iluminado.

Peça para que a criança coloque o copinho próximo a uma janela ou em algum lugar com uma fresta de luz.

6. Molhe o feijão sempre que necessário. Ao concluir todas as etapas, o último passo é molhar os grãos de feijão sempre que necessário, tomando muito cuidado para não encharcar.

Esse cuidado diário vai fazer com que a criança acompanhe todo o processo de germinação de leguminosa. E quando a planta ficar grande, não se esqueça de retirá-la do copinho e plantar em um vaso maior ou no canteiro, junto com a sua hortinha

Materiais:

Feijão, algodão, copinho (sucata), vaso com terra.

Grupos:

0 a 3 anos, 4 a 6 anos, Educadores.

Atividade ideal para incentivar o primeiro contato das crianças com plantação.

Categorias:

Currículo e Planos de Aula, Iniciação à produção agrícola.

Uma atividade que possibilita a aprendizagem do desenvolvimento das plantas. A plantação oferece uma relação mais calma com o tempo.

Ambiente:

Ambiente Interno (apartamentos, salas, quartos, biblioteca, centro de estudos, centro comunitário, etc).

Contra-indicações:

Com o auxílio de um adulto/monitor é possível realizar a atividade.

Desenvolvimento:

Suporte ao currículo escolar, alivio e bem estar.

Crédito Fotos: https://static1.casapraticaqualita.com.br/articles/2/27/82/@/3111-para-plantar-feijao-no-algodao-com-as-cr-article_content_img-3.jpg

Gostou da atividade? Deixe seu curtir no nesta publicação para ela ficar melhor classificada. Divulgue em suas redes sociais, ou deixe aqui seu comentário de como foi fazer a atividade para outras pessoas também aprenderem com sua prática! Esta lista de atividades é interativa e você ajuda a deixar ela sempre melhor.

Coroas da Natureza

Instituição organizadora: Dia de aula ao ar livre

Elementos da Natureza: plantas.

Sentidos Estimulados: Visão.

Dinâmica de Realização:

Você pode se tornar um guardião da floresta criando as coroas com elementos naturais. Passo 1 – Corta a cartolina numa tira. Garante que a tira é longa suficiente para cobrir a largura da tua cabeça.

Passo 2 – Cobre a tira de cola e coloca as folhas e flores recolhidas

Passo 3 – Finalmente grampeie as duas partes finais da tira.

Materiais:

Folhas e flores, cartolina ou papel rígido, cola, fita adesiva (durex) tesoura, grampeador.

Grupos:

0 a 3 anos, 4 a 6 anos, Educadores.

Atividade ideal para incentivar a criatividade a o pensamento lúdico das crianças.

Categorias:

Jogos e Brincadeiras, Arte e Natureza.

A produção de coroas naturais proporcionam a criatividade, o reconhecimento do belo em materiais orgânicos.

Ambiente:

Ambiente Interno (apartamentos, salas, quartos, biblioteca, centro de estudos, centro comunitário, etc), Ambiente Externo em Cidades (jardim de condomínio, jardim da escola, praça, calçada, ruas), Ambiente Natural Urbano (parques, praças, rios, lagos, hotéis, clubes).

No caso de realizar a atividade em ambiente interno, coletar os materiais naturais previamente.

Contra-indicações:

Com o auxílio de um adulto/monitor é possível realizar a atividade.

Desenvolvimento:

Tempo para o livre brincar; Arte e natureza.

Crédito Fotos: https://i.ytimg.com/vi/kzEnGI73pxQ/maxresdefault.jpg

Gostou da atividade? Deixe seu curtir no nesta publicação para ela ficar melhor classificada. Divulgue em suas redes sociais, ou deixe aqui seu comentário de como foi fazer a atividade para outras pessoas também aprenderem com sua prática! Esta lista de atividades é interativa e você ajuda a deixar ela sempre melhor.

Lanternas Mágicas

Elementos da Natureza: luz, fogo, plantas

Sentidos estimulados: tato e visão.

Instituição organizadora: Movimento Bloom

Dinâmica de Realização: 

Desliga as luzes e ilumine o planeta de esperança e amor! Seja para pendurar no quintal ou dentro de casa, em noites de sol ou chuva, estas lanternas têm a magia da sua luz interior. Elas são simples e bem divertidas de se fazer.

Convide a tua família para fazerem juntos, cada um a sua lanterna, para encher a sua casa de luz. Passos:

1 – Recolha várias folhas e flores de vários tamanho.

2 – Com cola branca (ou outro tipo) e um pincel cobra os frascos de vidro. Bônus: Seja amigo do ambiente e use frascos reciclados (potes de iogurtes, requeijão servem perfeitamente!)

3 – Cole as folhas e flores no vidro ou no plástico dos potes

4 – Depois dos frascos estarem secos, coloque uma vela em cada frasco.

5 – colocar um barbante, pendurar em locais escuros. Para acender a tua lanterna, peça ajuda a um adulto.

Materiais:

Folhas e flores, frascos de vidro reciclado, barbante, pincel, cola e velas.

Grupos:

Famílias, adolescentes e crianças de 8 a 13 anos.

Ótima atividade para reunir a família, propor uma festival de lanternas.

Categorias:

Jogos e Brincadeiras, Arte e Natureza.

A atividade aprimora a criatividade e propõe uma reflexão sobre os enfeites domésticos.

Ambiente:

Ambiente Interno (apartamentos, salas, quartos, biblioteca, centro de estudos, centro comunitário, etc), Ambiente Externo em Cidades (jardim de condomínio, jardim da escola, praça, calçada, ruas), Ambiente Natural Urbano (parques, praças, rios, lagos, hotéis, clubes).

No caso da elaboração das lanternas em ambiente interno colher previamente os materiais naturais.

Contra-indicações:

Com o auxílio de um adulto/monitor todas as crianças podem realizar a atividade.

Desenvolvimento:

tempo para o livre brincar, promoção de contato intergeracional, desenvolvimento cognitivo, capacidade motora.

A Atividade é uma oportunidade de crianças e adultos conviverem juntos.

Crédito da Foto: https://diadeaulasaoarlivre.pt/resource/semana-1-folhas-atividades-para-aprofundar-a-relacao-das-criancas-com-a-natureza/

Gostou da atividade? Deixe seu curtir no nesta publicação para ela ficar melhor classificada. Divulgue em suas redes sociais, ou deixe aqui seu comentário de como foi fazer a atividade para outras pessoas também aprenderem com sua prática! Esta lista de atividades é interativa e você ajuda a deixar ela sempre melhor.

Guia prático para coletores e dispersores de sementes.

Instituição organizadora: Ecoagri

Elementos da Natureza: terra, plantas e sementes.

Sentidos Estimulados: visão, tato.

Dinâmica de Realização: 

Um guia com dicas práticas para que todos sejamos coletadores e propagadores de sementes.

Materiais:

Sacolas ou recipientes para a coleta de sementes. Fogão, panela e pote para a quebra da dormência da semente.

Grupos:

Atividade destinadas para todos os grupos.

Todos podem participar. As crianças podem guardar as sementes em suas atividades diárias e os adultos os ajudam no processo de germinação.

Categorias:

Experiências ao ar livre, Currículo e Planos de Aula, Ciência Cidadã.

As caminhadas e pedaladas ao ar livre propiciarão um conhecimento sobre as árvores e suas sementes. Assim, a atividade cotidiana de coleta de sementes poderá acrescentar qualidade ao currículo escolar.

Ambiente:

Ambiente Externo em Cidades (jardim de condomínio, jardim da escola, praça, calçada, ruas), Ambiente Natural Urbano (parques, praças, rios, lagos, hotéis, clubes), Ambiente Natural (florestas, reservas naturais, praias, montanha).

A variedade de espécies será fundamental para encontrar a maior diversidade de sementes.

Contra-indicações:

Com ajuda de um adulto/educador qualquer pessoa poderá realizar a atividade.

Desenvolvimento:

tempo para o livre brincar, promoção de contato intergeracional, desenvolvimento cognitivo.

A coleta e a disseminação de sementes possibilita um conhecimento sobre a formação das árvores e suas características. A atividade também é lúdica e proporciona um contato intergeracional.

Crédito Fotos: http://www.ecoagri.com.br

Gostou da atividade? Deixe seu curtir no nesta publicação para ela ficar melhor classificada. Divulgue em suas redes sociais, ou deixe aqui seu comentário de como foi fazer a atividade para outras pessoas também aprenderem com sua prática! Esta lista de atividades é interativa e você ajuda a deixar ela sempre melhor.

Mineralogia exótica britânica

Instituição organizadora: C82 – Works of Nicholas Rougeux

Elementos da Natureza: terra, minerais.

Sentidos Estimulados: visão.

Dinâmica de Realização: 

Acesse a site https://www.c82.net/mineralogy/

Na página você terá acesso aos mais diversos tipos de rochas e minerais catalogados em forma de desenho pelo artista James Sowerby. Além de visualizar o desenho dos minérios, é possível conhecer, um pouco mais, as características de cada rocha.

Página disponível na língua inglesa.

Materiais:

Acesso à internet.

Grupos:

Famílias, Educadores e Jovens adultos.

Categorias:

Materiais de Leitura, Tour Virtual, Currículo e plano de aula.

A atividade possibilita, via leitura, um aprofundamento do conhecimento sobre minerais.

Ambiente:

Ambiente Interno (apartamentos, salas, quartos, biblioteca, centro de estudos, centro comunitário, etc).

Contra-indicações:

Em companhia de um tutor/monitor qualquer pessoa poderá realizar a visita.

Desenvolvimento:

Inserção de criança com deficiência ou necessidade especial, suporte ao currículo escolar, desenvolvimento cognitivo.

A visita proporciona a ampliação do conhecimento geológico e geográfico.

Crédito Fotos:  https://www.c82.net/mineralogy/

Gostou da atividade? Deixe seu curtir no nesta publicação para ela ficar melhor classificada. Divulgue em suas redes sociais, ou deixe aqui seu comentário de como foi fazer a atividade para outras pessoas também aprenderem com sua prática! Esta lista de atividades é interativa e você ajuda a deixar ela sempre melhor.

Pintura de árvores com tinta ecológica

Instituição organizadora: Árvores Vivas

Elementos da Natureza: água, terra, sementes.

Sentidos Estimulado: visão e tato.

Dinâmica de Realização: 

Para fazer as tintas, basta seguir as receitas:

Tinta natural amarela – de açafrão

2 colheres de sopa de açafrão em pó; 2 colheres de sopa de água; 4 colheres de sopa de cola branca líquida. Misture o açafrão e a água até formar uma pastinha. Em seguida, acrescente a cola branca e mexa bem.

Tinta natural vermelha – de colorau/urucum

2 colheres de sopa de colorau/urucum em pó; 2 colheres de sopa de água; 4 colheres de sopa de cola branca líquida. Misture o colorau/urucum e a água até formar uma pastinha. Em seguida, acrescente a cola branca e mexa bem.

Tinta natural marrom – de café

2 colheres de sopa de café em pó; 2 colheres de sopa de água; 4 colheres de sopa de cola branca líquida. Misture o café e a água até formar uma pastinha. Em seguida, acrescente a cola branca e mexa bem.

Tinta de terra

2 medidas de terra; peneirada 2 medidas de água; 1 medida de cola branca.

Após a elaboração das tintas, proponha aos participantes escolherem uma árvore e sentarem em sua frente. Peça para eles observarem o tronco, as raízes, o formato das folhas e a copa. Depois, sentados em uma bancada, peça para que eles desenhem a árvores com as tintas naturais. Depois do término do desenho, basta expor os desenhos em suas respectivas árvores.

Materiais:

Açafrão, pó de café, terra, urucum/coloral, cola e água.

Grupos:

Atividade que pode ser realizada por qualquer público.

Categorias:

Arte e Natureza, Currículo e Planos de Aula.

Conhecer as cores da natureza e relacioná-la com a observação de árvores pode ser uma ótima estratégia pedagógica.

Ambiente:

Ambiente Interno (apartamentos, salas, quartos, biblioteca, centro de estudos, centro comunitário, etc), Ambiente Externo em Cidades (jardim de condomínio, jardim da escola, praça, calçada, ruas), Ambiente Natural Urbano (parques, praças, rios, lagos, hotéis, clubes).

No caso de um ambiente interno, realizar a atividade com fotografias de árvores.

Contra-indicações:

Com o auxílio de um adulto/educador é possível realizar a atividade.

Desenvolvimento:

tempo para o livre brincar, promoção de contato intergeracional, suporte ao currículo escolar, desenvolvimento cognitivo, capacidades motoras.

A atividade possibilitará o conhecimento sobre elementos naturais e suas propriedades. O olhar e a apreciação das árvores poderá despertar no interesse pelas questões ambientais.

Crédito da imagem:  Epagri e Árvores Vivas

Gostou da atividade? Deixe seu curtir no nesta publicação para ela ficar melhor classificada. Divulgue em suas redes sociais, ou deixe aqui seu comentário de como foi fazer a atividade para outras pessoas também aprenderem com sua prática! Esta lista de atividades é interativa e você ajuda a deixar ela sempre melhor.

Cartas na Janela

Instituição organizadora: Ser criança é natural

Elementos da natureza: Ar, luz, planta e animais.

Sentidos estimulados: Visão, tato e olfato.

Dinâmica de Realização: 

Atividade consiste em um jogo de cartas. Em cada carta está escrito uma atividade (observar, escutar, sentir) para fazer na janela de sua casa.

ótimo jogo para integrar as crianças com a natureza em momentos de confinamento e distanciamento social.

Faça o donwload das cartas aqui: https://drive.google.com/file/d/1I1w92nYHYwupORudzJtWtWZRNxGhobEN/view

Materiais:

Impressão dos cartões.

Grupos:

0 a 3 anos, 4 a 6 anos.

Caso a criança não for alfabetizada,  caberá a um adulto ler as atividades.

Categorias:

Jogos e brincadeiras.

Ambiente:

Ambiente Interno (apartamentos, salas, quartos, biblioteca, centro de estudos, centro comunitário, etc).

Atividade muito indicada para épocas de isolamento social.

Contra-indicações:

Com o auxílio de um adulto/monitor todas as crianças podem realizar a atividade.

Desenvolvimento:

Tempo para o livre brincar.

Crédito Fotos: Ser criança é natural

Gostou da atividade? Deixe seu curtir no nesta publicação para ela ficar melhor classificada. Divulgue em suas redes sociais, ou deixe aqui seu comentário de como foi fazer a atividade para outras pessoas também aprenderem com sua prática! Esta lista de atividades é interativa e você ajuda a deixar ela sempre melhor.

Arco-íris natural

Instituição organizadora: Educação integral

Elementos da Natureza: plantas, sementes e frutos.

Sentidos Estimulados: visão e tato.

Dinâmica de Realização: 

Escreva em uma cartolina as cores do arco-íris: vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil (azul escuro) e roxo. Peça para que as crianças encontrem itens na natureza que correspondam a essas cores,  formando seu arco-íris natural. Se na região não houver tanta variedade de cor, proponha que as crianças montem um degradê da cor verde, por exemplo.

Materiais:

Cartolina, lápis de cor.

Grupos:

0 a 3 anos, 4 a 6 anos.

Atividade que pode ser realizada por qualquer crianças, alfabetizadas ou não.

Categorias:

Jogos e Brincadeiras, Arte e Natureza, Experiências ao ar livre.

A criança exercita o lúdico e descobre as cores. Ela aprende a olhar os resíduos naturais como possibilidade de brincadeira, não como lixo.

Ambiente:

Ambiente Interno (apartamentos, salas, quartos, biblioteca, centro de estudos, centro comunitário, etc), Ambiente Externo em Cidades (jardim de condomínio, jardim da escola, praça, calçada, ruas), Ambiente Natural Urbano (parques, praças, rios, lagos, hotéis, clubes).

A atividade pode ser realizada em ambientes externos. No caso da realização em casa, seria interessante apresentar à criança, cascas de frutas, legumes e verduras.

Contra-indicações:

Com o auxílio de um adulto/educador é possível realizar a atividade.

Desenvolvimento:

tempo para o livre brincar, promoção de contato intergeracional, suporte ao currículo escolar.

A atividade é uma forma de aprendizagem lúdica, estimulando o conhecimento das cores e o contato com elementos naturais.

Crédito da imagem: https://docplayer.com.br/docs-images/116/219016167/images/41-6.jpg

Gostou da atividade? Deixe seu curtir no nesta publicação para ela ficar melhor classificada. Divulgue em suas redes sociais, ou deixe aqui seu comentário de como foi fazer a atividade para outras pessoas também aprenderem com sua prática! Esta lista de atividades é interativa e você ajuda a deixar ela sempre melhor.

Animais decorados com folhas

Instituição organizadora:  Pra gente miúda

Elementos da Natureza: plantas.

Sentidos Estimulados: visão e tato.

Dinâmica de Realização: 

Em uma folha de papel (cartolina, papel sulfite), você irá desenhar um animal. Depois da coleta das folhas, a criança irá colá-las no desenho, enfeitando e dando vida à arte.

Materiais:

Folhas secas, canetinha, lápis, cartolina ou folha sulfite e cola.

Grupos:

0 a 3 anos, 4 a 6 anos, 7 a 14 anos.

Conforme a criança vai crescendo, a atividade vai se tornando mais interessante. Com excelentes resultados.

Categorias:

Jogos e Brincadeiras, Arte e Natureza, Experiências ao ar livre.

A Atividade contém elementos de criação artística e é uma brincadeira muito divertida.

Ambiente:

Ambiente Interno (apartamentos, salas, quartos, biblioteca, centro de estudos, centro comunitário, etc), Ambiente Externo em Cidades (jardim de condomínio, jardim da escola, praça, calçada, ruas), Ambiente Natural Urbano (parques, praças, rios, lagos, hotéis, clubes).

No ambiente externo a atividade precisará da coleta e busca de materiais orgânicos. Já no ambiente interno, convém uma preparação prévia, com uma diversidade de elemento naturais já coletados e disponíveis.

Contra-indicações:

Com ajuda de um adulto/educador é possível qualquer criança fazer a atividade.

Desenvolvimento:

tempo para o livre brincar, promoção de contato intergeracional, suporte ao currículo escolar, capacidade motora.

Além de uma brincadeira, a criança terá contato com o mundo natural, com a criatividade e com o aprendizado dos animais.

Crédito Fotos: https://www.pragentemiuda.org/2014/05/animais-com-colagem-de-folhas-secas.html

 

Gostou da atividade? Deixe seu curtir no nesta publicação para ela ficar melhor classificada. Divulgue em suas redes sociais, ou deixe aqui seu comentário de como foi fazer a atividade para outras pessoas também aprenderem com sua prática! Esta lista de atividades é interativa e você ajuda a deixar ela sempre melhor.

O jogo das sensações

Instituição organizadora: Wisard

Elementos Naturais: plantas e sementes.

Sentidos estimulados: tato e olfato.

Dinâmica de Realização: 

A natureza é formada por diferentes tipos de texturas e cheiros. Colha materiais para a brincadeira e dê para as crianças de forma que elas possam interagir com esses elementos. Podendo ser pelo tato ou pelo olfato.

Materiais:

Coleta de diversos materiais naturais (folhas, casco de árvores, cascas, frutas, pequenos animais, etc.).

Grupos:

0 a 3 anos, 4 a 6 anos, 7 a 14 anos.

Qualquer criança poderá realizar a atividade.

Categorias:

Jogos e Brincadeiras.

Ambiente:

Ambiente Interno (apartamentos, salas, quartos, biblioteca, centro de estudos, centro comunitário, etc).

A atividade pode ser realizada em casa, basta coletar os elementos naturais anteriormente.

Contra-indicações:

Com o auxílio de um adulto/monitor todas as crianças podem realizar a atividade.

Desenvolvimento:

tempo para o livre brincar, promoção de contato intergeracional

Além de ser uma brincadeira infantil, ela pode ser partilhada por toda a família.

Crédito fotos: Árvores vivas

Gostou da atividade? Deixe seu curtir no nesta publicação para ela ficar melhor classificada. Divulgue em suas redes sociais, ou deixe aqui seu comentário de como foi fazer a atividade para outras pessoas também aprenderem com sua prática! Esta lista de atividades é interativa e você ajuda a deixar ela sempre melhor.