Casinha de fada

Instituição Organizadora: Árvores Vivas

Elementos da Natureza: planta, terra.

Sentidos Estimulados: tato e visão.

Dinâmica de Realização: 

Nessa atividade tudo que você precisa fazer é ter alguns galhos, ligando-os com um pedaço de corda fina. Faça o telhado da casinha com folhas e a decore com flores.

Materiais:

Linha de pipa ou costura, cola e materiais naturais (galhos, folhas).

Grupos:

0 a 3 anos, 4 a 6 anos.

Atividade lúdica e infantil.

Categorias:

Jogos e Brincadeiras, Arte e Natureza.

Atividade que aguça a imaginação, sendo uma opção de brinquedo natural.

Ambiente:

Ambiente Externo em Cidades (jardim de condomínio, jardim da escola, praça, calçada, ruas), Ambiente Natural Urbano (parques, praças, rios, lagos, hotéis, clubes).

A atividade pode ser realizada em casa, basta coletar os elementos naturais anteriormente. No meio natural é possível encontrar mais diversidade natural para fazer a casinha.

Contra-indicações:

Com o auxílio de um adulto/monitor todas as crianças podem realizar a atividade.

Desenvolvimento:

Tempo para o livre brincar

Gostou da atividade? Deixe seu curtir no nesta publicação para ela ficar melhor classificada. Divulgue em suas redes sociais, ou deixe aqui seu comentário de como foi fazer a atividade para outras pessoas também aprenderem com sua prática! Esta lista de atividades é interativa e você ajuda a deixar ela sempre melhor.

Colando natureza na janela

Instituição organizadora: Lunetas

Elementos da Natureza: luz e plantas

Sentidos Estimulados: visão e tato

Dinâmica de Realização: 

Na arte feita com contact, a tela de montagem é essa grande película adesiva, comprada em qualquer papelaria. Com folhas de outono ou flores a obra de arte fica incrível! Basta, depois de expôr na janela, colar em uma folha branca. E pode também ser assunto para maior conhecimentos de folhas e árvores por parte das crianças.

Materiais:

Papel contact, folhas e flores.

Grupos:

Atividade direcionada para todos os públicos.

Categorias:

Jogos e Brincadeiras, Arte e Natureza.

Atividade estimula o contato com os elementos naturais. Os participantes poderão reconhecer os diversos formatos e cores das folhas e flores.

Ambiente:

Ambiente Interno (apartamentos, salas, quartos, biblioteca, centro de estudos, centro comunitário, etc), Ambiente Externo em Cidades (jardim de condomínio, jardim da escola, praça, calçada, ruas), Ambiente Natural Urbano (parques, praças, rios, lagos, hotéis, clubes),

A atividade pode ser realizada em casa, basta coletar os elementos naturais anteriormente.

Contra-indicações:

Com o auxílio de um adulto/monitor todas as crianças podem realizar a atividade.

Desenvolvimento:

tempo livre ao brincar, suporte curricular, contato intergeracional.

Crédito Fotos: https://lunetas.com.br/5-ideias-criativas-para-usar-elementos-da-natureza-nas-brincadeiras/

Gostou da atividade? Deixe seu curtir no nesta publicação para ela ficar melhor classificada. Divulgue em suas redes sociais, ou deixe aqui seu comentário de como foi fazer a atividade para outras pessoas também aprenderem com sua prática! Esta lista de atividades é interativa e você ajuda a deixar ela sempre melhor.

Mandala com elementos naturais

Instituição organizadora: Árvores Vivas

Elementos da natureza: planta, semente e terra.

Sentidos estimulados: visão.

Dinâmica de Realização: 

Em caso de um grupo de crianças, proponha uma mandala coletiva e colaborativa. Siga os seguintes passos:

1 – Inicialmente explique o significado uma mandala para as crianças. Mostre que a mandala não é um simples desenho, mas uma representação de harmonia e paz. E que ela ficará mais bonita, se todos colocarem os elementos naturais em sintonia com os demais.

2 – Peça para elas procurarem folhas bonitas, flores coloridas e galhos de tamanhos diversos.

3 – Com um grande círculo desenhado no chão, cada criança deve colocar os materiais naturais em consonância com o material anterior.

Materiais:

Material natural encontrado no chão.

Grupos:

A atividade é endereçada para todos os grupos.

Categorias:

Arte e Natureza, Experiências ao ar livre.

A atividade possibilita relacionar a natureza com a produção artística e a resignificação dos elementos naturais no chão.

Ambiente:

Ambiente Interno (apartamentos, salas, quartos, biblioteca, centro de estudos, centro comunitário, etc), Ambiente Externo em Cidades (jardim de condomínio, jardim da escola, praça, calçada, ruas), Ambiente Natural Urbano (parques, praças, rios, lagos, hotéis, clubes), Ambiente Natural (florestas, reservas naturais, praias, montanha)

A atividade pode ser realizada em casa, basta coletar os elementos naturais anteriormente. Em locais com maior diversidade natural, mais bonita será a mandala.

Contra-indicações:

Com o auxílio de um adulto/monitor todas as crianças podem realizar a atividade.

Desenvolvimento:

tempo para o livre brincar, suporte ao currículo escolar, jogos e brincadeiras

A atividade possibilita a construção artística coletiva e o respeito à vontade do próximo. Possibilitando os participantes a conhecerem a milenar concepção das mandalas

Crédito Fotos: Pinterest, Árvores Vivas

 

Gostou da atividade? Deixe seu curtir no nesta publicação para ela ficar melhor classificada. Divulgue em suas redes sociais, ou deixe aqui seu comentário de como foi fazer a atividade para outras pessoas também aprenderem com sua prática! Esta lista de atividades é interativa e você ajuda a deixar ela sempre melhor.

Como mudar a cor de uma flor

Instituição organizadora: Manual do Mundo

Elementos da Natureza: água e planta.

Sentidos estimulados: visão.

Dinâmica de Realização: 

A atividade consiste em colocar flores brancas, vivas e frescas, em um recipiente com água e corante alimentício. Caso você selecione flores brancas de um vaso, basta cortar o caule com uma tesoura e colocar a flor no líquido.

Após alguns dias a planta irá mudar de cor, absorvendo a cor do corante.

Materiais:

Flores frescas, recipiente com água, corante alimentício, tesoura.

Grupos:

Atividade indicada para todos – crianças, adolescentes, adultos, educadores e família.

Categorias:

Currículo e Planos de Aula, Ciência Cidadã.

A proposta possibilita introduzir as pessoas ao conhecimento científico sobre as plantas, apresentando a relação entre as plantas e o água.

Ambiente:

Ambiente Interno (apartamentos, salas, quartos, biblioteca, centro de estudos, centro comunitário, etc), 

A atividade pode ser realizada em casa, basta coletar os elementos naturais anteriormente.

Contra-indicações:

Com o auxílio de um adulto/monitor todas as crianças podem realizar a atividade. A atividade não apresenta qualquer risco às crianças com necessidades especiais.

Desenvolvimento:

promoção de contato intergeracional, suporte ao currículo escolar.

A atividade possibilita o desenvolvimento do conhecimento científico e a curiosidade de todas as faixas etárias.

Crédito Fotos: https://i.pinimg.com/736x/04/e0/e0/04e0e06542af2d4b306b8fefbcbdea09–fun-science-science-activities.jpg

 

Gostou da atividade? Deixe seu curtir no nesta publicação para ela ficar melhor classificada. Divulgue em suas redes sociais, ou deixe aqui seu comentário de como foi fazer a atividade para outras pessoas também aprenderem com sua prática! Esta lista de atividades é interativa e você ajuda a deixar ela sempre melhor.

Congelar elementos da natureza

Instituição organizadora: Secretaria Municipal de Goiania

Dinâmica de Realização: 

Convide a criança para encontrar e explorar diferentes elementos da natureza: gravetos, pedrinhas, folhas secas, frutos secos e pétalas de flores. Ajude a criança a observar as flores, suas cores, formatos, tamanhos.

Depois da coleta, colocar todo o material em recipiente plástico, cobrir de água e colocar no congelador. Espere o endurecimento e apresente para a criança para que ela descubra, enquanto o gelo derrete, o surgimento das camadas dos elementos naturais.

Materiais:

Materiais naturais (folhas, flores, galhos) uma vasilha (pote, tuppeware), água e congelador.

Grupos:

0 a 3 anos, 4 a 6 anos.

Atividade fácil de realizar com crianças pequenas. 

Categorias:

Jogos e brincadeiras, currículo e plano de aula.

A atividade possibilita lazer, recreação e conhecimento sobre os estados da água.

Ambiente:

Ambiente Interno (apartamentos, salas, quartos, biblioteca, centro de estudos, centro comunitário, etc).

A atividade pode ser realizada em casa, basta coletar os elementos naturais anteriormente. Então, no ambiente externo encontra-se os materiais naturais e no ambiente interno realiza-se a atividade.

Contra-indicações:

Com o auxílio de um adulto/monitor todas as crianças podem realizar a atividade.

Desenvolvimento:

Tempo para o livre brincar, suporte ao currículo escolar.

A atividade pode ser proposta em ambiente domiciliar com a família e nas escolas.

Crédito Fotos: https://i.ytimg.com/vi/yJtLdLoweAM/maxresdefault.jpg https://conexaoplaneta.com.br/wp-content/uploads/2016/04/gelo1.jpg

 

Gostou da atividade? Deixe seu curtir no nesta publicação para ela ficar melhor classificada. Divulgue em suas redes sociais, ou deixe aqui seu comentário de como foi fazer a atividade para outras pessoas também aprenderem com sua prática! Esta lista de atividades é interativa e você ajuda a deixar ela sempre melhor.

Fósseis de plantas e objetos

Instituição organizadora: Omo – se sujar faz bem

Elementos da Natureza: plantas, sementes.

Sentidos Estimulados: visão e tato.

Dinâmica de Realização: 

Com massinha de modelar, a criança criará pequenos círculos achatados (como pequenas mini-pizzas). Com as rodelas de massinha, elas pressionarão gravetos, folhas, flores, sementes nos círculos, simulando um achado arqueológico.

Após a montagem dos “fósseis”, os participante as escondem pela casa. Ao descobrirem os “fósseis”, ela podem criar histórias das plantas, relacionando-as com os períodos dos dinossauros e dos homens das cavernas.

Materiais:

Massinha de modelar e elementos naturais.

Grupos:

0 a 3 anos, 4 a 6 anos.

Categorias:

Jogos e Brincadeiras, Arte e Natureza, Experiências ao ar livre, Currículo e Planos de Aula.

Atividade estimula o contato com os elementos naturais. Ela pode ser uma iniciação para os estudos históricos.

Ambiente:

Ambiente Interno (apartamentos, salas, quartos, biblioteca, centro de estudos, centro comunitário, etc), Ambiente Externo em Cidades (jardim de condomínio, jardim da escola, praça, calçada, ruas), Ambiente Natural Urbano (parques, praças, rios, lagos, hotéis, clubes), Ambiente Natural (florestas, reservas naturais, praias, montanha)

A atividade pode ser realizada em casa, basta coletar os elementos naturais anteriormente.

Contra-indicações:

Com o auxílio de um adulto/monitor todas as crianças podem realizar a atividade.

Desenvolvimento:

A Atividade desenvolve uma aproximação da criança com o meio natural. Ela é uma forma de aproximar o primeiro contato da criança com os estudos paleontológicos, estimulando a imaginação e a importância do registro para a história humana.

Crédito Fotos: https://i.ytimg.com/vi/k-FuvQY77zM/sddefault.jpg 

Gostou da atividade? Deixe seu curtir no nesta publicação para ela ficar melhor classificada. Divulgue em suas redes sociais, ou deixe aqui seu comentário de como foi fazer a atividade para outras pessoas também aprenderem com sua prática! Esta lista de atividades é interativa e você ajuda a deixar ela sempre melhor.

Pintura de folhas secas

Instituição organizadora: Omo – se sujar faz bem

Elementos da Natureza: plantas.

Sentidos estimulados: visão e tato.

Dinâmica de Realização: 

Aproveitando as folhas secas espalhadas pelo chão, basta colocar folhas de variadas texturas e tamanhos sob o papel e passar o giz de cera ou lápis de cor por cima. Com uma espécie de decalque.

Materiais:

Papel Sulfite, giz de cera e lápis de cor.

Grupos:

0 a 3 anos, 4 a 6 anos, Educadores.

Até os 3 anos a criança pode sentir a textura das folhas e praticar a coordenação motora. Com 3 a 6 anos, a criança já tem firmeza na condução do giz de cera, os traços tornam-se mais precisos e assim terá melhor entendimento sobre a estrutura da folha.

Categorias:

Arte e Natureza, Experiências ao ar livre, Currículo e Planos de Aula

Atividade lúdica que estimula a descoberta e a curiosidade infantil para com os elementos naturais.

Ambiente:

Ambiente Interno (apartamentos, salas, quartos, biblioteca, centro de estudos, centro comunitário, etc), Ambiente Externo em Cidades (jardim de condominio, jardim da escola, praça, calçada, ruas), Ambiente Natrual Urbano (parques, praças, rios, lagos, hoteis, clubes), Ambiente Natural (florestas, reservas naturais, praias, montanha), Todos ambientes.

No caso do ambiente interno, é necessário uma coleta prévia dos materiais orgânico

Contra-indicações:

Com o auxílio de um adulto/monitor todas as crianças podem realizar a atividade.

Desenvolvimento:

promoção de contato intergeracional, suporte ao currículo escolar, desenvolvimento de capacidades motoras, desenvolvimento cognitivo

Como é uma atividade simples, a família inteira poderá participar. A pintura de folhas secas é uma ótima atividade para os educadores infantis realizarem nas instituições educacionais.

Crédito Fotos:  https://www.brincacomigo.pt/. https://nogueirense.com.br/decalque-de-folhas/

Gostou da atividade? Deixe seu curtir no nesta publicação para ela ficar melhor classificada. Divulgue em suas redes sociais, ou deixe aqui seu comentário de como foi fazer a atividade para outras pessoas também aprenderem com sua prática! Esta lista de atividades é interativa e você ajuda a deixar ela sempre melhor.

Fashion Roots

Instituição organizadora: Árvores Vivas

Elementos da Natureza: Plantas e sementes

Sentidos Estimulados: visão e tato.

Dinâmica de Realização: 

Elaboração de adornos, enfeites, adereços, ornamentos com materiais naturais encontrados nos parques, jardins, praças. Eles também podem ser misturados com tecidos e fibras diversas.

A atividade começa com a seleção de plantas, folhas, galhos, pedras em ambientes naturais. O material selecionado será exposto em uma mesa para que possa ser visualizada pelo grupo, assim começará a produção dos enfeites.

Após a elaboração dos enfeites ocorrerá um desfile com os participantes, para apresentação das criações. O desfile poderá ser realizado com música e dança.

Materiais:

Elementos naturais encontrados na natureza. Linha de costura ou de pipa, barbante. Cola.

Grupos:

A atividade é indicada para todas as pessoas.

Para as crianças menores de 3 anos, aconselha-se a participação de um adulto.

Categorias:

Arte e Natureza, Experiências ao ar livre

A atividade trabalha o lado artístico e criativo, também as capacidades motoras de coordenação e movimentos finos. Propõe um olhar diferenciado para os materiais naturais espalhados no chão, valorizando estéticas e estimulando o lúdico.

Ambiente:

Ambiente Natural Urbano (parques, praças, rios, lagos, hoteis, clubes). Ambiente Natural (florestas, reservas naturais, praias, montanha). Ambiente Interno (apartamentos, salas, quartos, biblioteca, centro de estudos, centro comunitário, etc).

Quanto mais variedade de espécies de material orgânico, melhor a atividade será realizada. Portanto, as áreas com grande vegetação serão melhores para a realização. No caso de ambiente interno é importante colher o material previamente.

Contra-indicações:

Com a ajuda de um monitor/adulto todos poderão realizar as atividades.

Crianças com restrição imunológica, podem correr riscos, converse com seu médico antes de realizar a atividade.

Desenvolvimento:

Tempo para o livre brincar, promoção de contato intergeracional, desenvolvimento de capacidades motoras, desenvolvimento cognitivo.

Como a atividade é uma brincadeira de criatividade, os participantes poderão desenvolver suas capacidades motoras e cognitivas, interagindo e percebendo elementos naturais que frenquentemente desprezamos.

Assim, será o participante notará mais ainda cada detalhe que torna único os elementos e a identidade dos seres e organismos naturais, como por exemplo: os inúmeros tons de verde, a beleza das flores, os tipos de sementes e vagens, as texturas.

Crédito Fotos:  Árvores Vivas

Gostou da atividade? Deixe seu curtir no nesta publicação para ela ficar melhor classificada. Divulgue em suas redes sociais, ou deixe aqui seu comentário de como foi fazer a atividade para outras pessoas também aprenderem com sua prática! Esta lista de atividades é interativa e você ajuda a deixar ela sempre melhor.

Detetive da natureza

Instituição Organizadora: Fundação grupo boticário 

Elementos da Natureza: ar, terra, água, plantas, luz, sementes.

Sentidos Estimulados: todos os 5 sentidos.

Dinâmica de Realização: 

A atividade consiste em uma grande gincana com 40 atividades. É uma excelente gincana para toda a família, pois pode ser realizada em um longo período. 

A cada 10 atividades realizadas o jogador ganha um título: completando a 1° fase ela se torna “detetive da natureza”, a 2° fase “desbravador da natureza”, a 3° fase “Amigos da natureza” e a na última fase, o jogador ganha o título de “guardião da natureza.”

A cada atividade realizada o jogador poderá marcar os seguintes itens: se realizou a atividade, se sentiu criativo no dia, caso tenha realizado com alguém especial, se foi feliz no momento e se a atividade não causou danos à natureza.

Materiais:

Alimentos para piquenique, vaso, semente e lupa. O restante são materiais encontrados facilmente na natureza.

Grupos:

4 a 6 anos, 7 a 14 anos, Famílias.

A atividade é ideal para a família, pois ela será realizada por muito tempo.

Categorias:

Jogos e Brincadeiras, Arte e Natureza, Experiências ao ar livre

As 40 atividades contemplam todas as categorias, sendo uma experiência riquíssima. É importante conscientizar a criança que, por ser uma atividade longa, ela tem que realizar as atividades com calma, porque ao final da jornada, ela estará pronta para se tornar uma “guardiã da natureza”.

Ambiente:

Ambiente Externo em Cidades (jardim de condomínio, jardim da escola, praça, calçada, ruas), Ambiente Natural Urbano (parques, praças, rios, lagos, hotéis, clubes).

Dentre as 40 atividades existem tarefas para serem realizadas em casa, nos ambientes urbanos e no ambiente natural.

Contra-indicações:

Várias tarefas da gincana não são destinados as crianças com necessidades especiais.

Desenvolvimento:

tempo para o livre brincar, promoção de contato intergeracional, desenvolvimento de capacidades socioemocionais, desenvolvimento de capacidades motoras, desenvolvimento cognitivo, alivio e bem estar.

Após a realização das atividades o jogador terá que marcar sua sensação, então além das atividades físicas e motoras, o jogador terá que avalizar seus sentimentos. Isso estimulará suas capacidades socioemocionais.

Crédito Fotos: Fundação Grupo Boticário

 

Gostou da atividade? Deixe seu curtir no nesta publicação para ela ficar melhor classificada. Divulgue em suas redes sociais, ou deixe aqui seu comentário de como foi fazer a atividade para outras pessoas também aprenderem com sua prática! Esta lista de atividades é interativa e você ajuda a deixar ela sempre melhor.

Fazenda de minhoca

Instituição organizadora: Árvores Vivas

Elementos da natureza: animais, terra.

Sentidos Estimulados: visão, tato e olfato.

Dinâmica de Realização: 

A partir de uma composteira em operação, a atividade ocorre ao colocar uma parte do composto com minhocas em um grande recipiente de vidro. Assim, todos podem observar as minhocas em seu processo natural.

Ao observá-las, é possível tocá-las e aprender a se relacionar com os animais de forma calma, investigadora e apreciativa, mudando a relação e associação negativa que normalmente existe.

Também promove o conhecimento sobre a importância para o meio natural.

Materiais:

Composto de minhocas e um grande recipiente de vidro. Folhas secas coletadas no jardim.

Grupos:

Todas as pessoas poderão participar, pois o conhecimento sobre composteira é fundamental para todas as idades.

Para as crianças menores de 3 anos, aconselha-se a supervisão de um adulto.

Categorias:

Currículo e Planos de Aula, Ciência Cidadã

Além de visualizar a ação das minhocas ao vivo e da experiência prática, a atividade conta com uma explicação acessível e detalhada sobre como é feita a produção do húmus, qual a importância da compostagem para o solo e, como é eficaz no tratamento do resíduo orgânico gerado por toda sociedade diminuindo a pressão ecológica sobre o planeta.

Ambiente:

Ambiente Interno (apartamentos, salas, quartos, biblioteca, centro de estudos, centro comunitário, etc), Ambiente Natural Urbano (parques, praças, rios, lagos, hotéis, clubes).

Por ser manuseado em uma mesa, assim a atividade pode ser realizada em um pequeno espaço.

Contra-indicações:

Com a ajuda de um monitor/adulto todos podem realizar as atividades.

Desenvolvimento:

promoção de contato intergeracional, suporte ao currículo escolar, desenvolvimento cognitivo.

A atividade promove uma excelente oportunidade para aprofundar conhecimentos sobre as questões ambientais. Desenvolve o senso crítico sobre os resíduos gerados pela sociedade, amplia o vínculo com os ciclos da natureza mesmo nos ambientes do dia a dia de casa, e da escola. Promove o conhecimento da importância da qualidade de vida de organismos que vivem no solo.

Etapas:

Faça uma leitura de um livro, ou conte uma história sobre a importância das minhocas para a vida do solo e saúde das plantas.

Faça combinados para todos manterem a calma e paciência, todos irão tocar e sentir as minhocas e humus, um por vez.

Convide a fazer uma respiração profunda, de olhos fechados, e imaginarem dentro do solo, úmido, fofinho, que abraça e protege todas as raízes. Se imagine como uma minhoca passeando por dentro desse solo.

1 – coloque o recipiente de vidro limpo sobre a mesa ou no centro do grupo em roda;

2 – faça a camada de folhas secas por baixo; sobre elas coloque humos com minhocas recolhido de uma composteira doméstica em operação;

3 – cubra com folhas secas.

Durante o processo, estimule as crianças a sentirem a temperatura e umidade do solo. Tocarem as minhocas com delicadeza e carinho, e devolver para a casa delas, a terra.

Comente sobre a importância da terra nutrida pelas minhocas para a saúde de todas as plantas. Quais outros seres existem nos solos? Quais os nutrientes e elementos do solo importantes para a vida? Pesquise e compartilhe curiosidades sobre espécies de minhocas e sobre a vida delas, quantos anos vivem as minhocas?

Crédito Fotos:  Árvores Vivas

Gostou da atividade? Deixe seu curtir no nesta publicação para ela ficar melhor classificada. Divulgue em suas redes sociais, ou deixe aqui seu comentário de como foi fazer a atividade para outras pessoas também aprenderem com sua prática! Esta lista de atividades é interativa e você ajuda a deixar ela sempre melhor.